Mudança de Hábito.

Quem já tentou mudar algum hábito ou fazer algo novo sabe que nem sempre é fácil. Porque tendemos a repetir as mesmas coisas várias vezes. Prometemos, nos impomos metas, dizemos que vamos mudar de uma vez por todas. E talvez até mudemos por um tempo, mas logo estamos de volta ao ponto inicial, rendidas ao padrão.

Na maioria das vezes, fazemos muitas coisas sem sequer refletir sobre elas. A questão é que boa parte do tempo estamos ligadas a uma espécie de piloto automático. Tirar o pensamento desse modo, significa assumirmos a direção. E isso requer maior esforço de nossa parte: prestar atenção no caminho, manter a concentração, segurar firme no volante.  E nem sempre esse esforço parece realmente parece realmente valer a pena se não enxergamos uma real vantagem nele. E assim, nos mantemos presas aos hábitos já aprendidos, e temos uma baita dificuldade de nos desprender deles.

Quando queremos criar novos hábitos ou mudar os antigos, nosso aliado mais importante é a atenção aos nossos comportamentos. Temos de tomar consciência sobre o que estamos ou não fazendo, seja em direção à transformação ou até á permanência dos padrões, se essa for nossa vontade. Estar no controle é o fator mais importante para definirmos as rotas do caminho e chegarmos bem ao fim dele. Seja seguindo a ordem da lógica, seja pulando alguma páginas.

Deixe uma resposta