Ciclos

“Num dia a vida aproxima, num outro ela se encarrega de afastar o que aproximou.

Os ciclos se cumprem sem que sejamos interrogados. Nosso querer se dilui no mistério dos encontros e partidas.

Não é preciso remoer culpas, nem interrogar os motivos dos que não ficaram.

A intuição não se submete às regras da conveniência nem da obrigação. Muitos passam, outros não passarão. Convém dispensar a ansiedade. Só permanecerão os que o coração reconhecer essencial.”

Padre Fábio de Melo

Deixe uma resposta