Felicidade

“Se você quer ser feliz…seja!

O que o impede?

Pare de pensar que você vai ser feliz “quando”, “se” e “contando” que algo aconteça. Você pode ser feliz agora, exatamente neste momento, apesar de qualquer coisa. Felicidade são óculos que se põem, são lentes através das quais você enxerga o mundo.

Não existe felicidade “quando”, existe felicidade “enquanto”.

Pense nisso e sorria para a vida – aposto que ela vai sorrir de volta!”.

Retirado do livro: 365 reflexões para viver o agora.

Flavia Melissa

 

Lição 86- Livro Passos de Gigante

“Um dos segredos do sucesso de Pat Riley, o lendário técnico da NBA, é seu compromisso com a melhora gradual e constante. Em 1986, ele enfrentou um grande desafio: seu time achava que tinha jogado da melhor forma possível, mas mesmo assim perdera o campeonato do ano anterior. Para estimulá-los a passar o próximo nível, ele os convenceu de que, se cada jogador melhorasse o desempenho em apenas 1 por cento em cinco áreas chave, tudo seria diferente.

A genialidade desse plano foi a  sua simplicidade: todo mundo tinha certeza de que poderia alcança-lo. Cada jogador só precisava se dedicar a uma melhora de 5 por cento. Porém, multiplicado por 12 jogadores, isso produziu um desenvolvimento de 60 por cento para o time, a melhor temporada que já tiveram!

O que você poderia realizar com melhorias pequenas, porém constantes?

Anthony Robbins

 

Lição 84- Livro Passos de Gigante

“Para serem felizes, os seres humanos devem sentir que estão crescendo continuamente. Para obter sucesso no mundo atual, as organizações empresariais devem melhorar constantemente. Sem dúvida, devemos adotar o conceito de desenvolvimento contínuo como um princípio cotidiano, em vez de um objetivo a ser perseguido apenas ocasionalmente.

No Japão, existe um nome para isso: kaizen, palavra que significa concentrar-se na melhora contínua da qualidade dos produtos e serviços. Proponho que nos comprometamos com o processo de Melhoria Constante e Incessante. Consegue perceber como podemos transformar nossas organizações, famílias e comunidades se habitualmente focalizarmos o modo de melhorar aquilo em que já somos ótimos?

Como você poderia pôr em prática imediatamente o filosofia do processo de Melhoria Incessante?”

Anthony Robbins

Lição 83- Livro Passos de Gigante

“Todas as realizações pessoais começam com uma mudança nas crenças. Como você substitui as crenças limitadoras? O modo mais eficaz é desestabilizar sua crença antiga – abalar a sua certeza- questionando-a.

Lembre-se de que seu cérebro está sempre tentando afastá-lo da dor, portanto pense em todas as consequências negativas que essa crença lhe causou. Pergunte a você mesmo: 

1- Enquanto penso nela, o que parece idiota, ridículo ou estúpido nessa crença?

2- O que ela já me custou? Como ela me limitou no passado?

3- O que ela poderia me custar no futuro, se eu não a mudasse agora?

Responder a essas três perguntas vai ajuda-lo a associar sentimentos dolorosos à crença antiga e indesejada e proporciona-lhe a oportunidade de substituí-la por uma crença fortalecedora.”

Anthony Robbins

 

Lição 80- Livro Passos de Gigante

“O modo como enfrentamos a adversidade define nossas vidas mais do que qualquer coisa. Quem faz grandes conquistas geralmente vê os problemas como transitórios, ao passo que quem fracassa vê até os menores problemas como duradouros. Adotar essa última estrutura mental é dar o primeiro passo para a armadilha que o Dr. Martin Seligman chama de impotência aprendida, causada pelas seguintes percepções:

1- O problema é permanente (e não temporário);

2- O problema é amplo (em vez de afetar apenas uma área);

3- O problema é pessoal, evidência de que há algo errado conosco (em vez de uma oportunidade para aprender).

Nos próximos dias, vamos nos concentrar nos antídotos para essas crenças enfraquecedoras. Por hoje, para contrabalançar a primeira crença, lembre-se de que “Este problema também deve passar”. Se continuar insistindo, encontrará um caminho.”

Anthony Robbins

 

Lição 79- Livro Passos de Gigante

“Se vai cometer um erro, frequentemente é melhor que erre por superestimar suas capacidades. Por quê? Seu sucesso pode depender disso. Uma das diferenças entre os pessimistas e os otimistas é que , depois de tentarem aprender uma nova habilidade, os pessimistas geralmente se avaliam com exatidão, ao passo que os otimistas estimam o próprio desempenho como superior ao que realmente foi.

Após a avaliação, os pessimistas desistem, não vendo um bom para insistir numa atividade infrutífera. De modo oposto, as percepções positivas dos otimistas lhes dão o suporte emocional e o impulso para persistirem e, por fim, dominarem a habilidade. Assim, avaliações aparentemente irrealistas tornam-se um reflexo da verdadeira habilidade.

Lembre-se, o passado não é igual ao futuro. Qual é o primeiro passo que você pode dar em direção ao sonho que um dia achou impossível?

Anthony Robbins

Livro: Você pode criar uma vida excepcional

“Acho que o verdadeiro objetivo na vida é se sentir bem. Queremos dinheiro porque queremos nos sentir melhor. Queremos saúde boa porque queremos nos sentir melhor. Queremos um relacionamento bom porque achamos que nos sentiremos melhor. E, se pudéssemos simplesmente fazer com que nossa meta seja nos sentirmos melhor, eliminaríamos um monte de trabalho desnecessário. Como posso realmente me sentir bem neste momento?

Que pensamentos, neste exato momento, me fariam sentir melhor? Essa é a pergunta que precisamos nos fazer constantemente.”

Louise Hay

Lição 78- Livro Passos de Gigante

“A maioria das pessoas que dizem “seja realista” vive com medo. Frequentemente- devido a desapontamentos e ao que perceberam como fracassos- têm medo de ficar por baixo de novo. As crenças limitadoras que desenvolveram para se proteger fazem com que hesitem, se afastem dos riscos e evitem dar tudo de si; consequentemente obtém resultados limitados.

Os grandes líderes raramente são “realistas” segundo os padrões das outras pessoas. Entretanto, são precisos e inteligentes. Mahatma Gandhi acreditava que poderia obter pacificamente a autonomia para a Índia, opondo-se sem violência à Grã Bretanha, algo que nunca fora feito. Não estava sendo realista, mas mostrou que estava certo.

Que crenças supostamente realistas você obriga? Que expectativas novas, empolgantes, irreais, mas inteiramente possíveis você pode abraçar?

Lição 77- Livro Passos de Gigante

” Talvez Einstein tenha sido quem melhor definiu: “A imaginação é mais poderosa do que o conhecimento.” Com muita frequência, fica provado que nosso cérebro não pode distinguir algo que imaginamos nitidamente de algo que vivenciamos.

Assim que compreender isso, sua vida poderá ser transformada. Por exemplo: muitas pessoas têm medo de tentar algo simplesmente porque nunca o fizeram antes.

Porém o próprio fundamento do sucesso dos líderes é que, a despeito de experiências contrárias no passado, eles repetidamente se imaginam obtendo os resultados desejados. Desse modo, forjam o sentimento de certeza que os guia na utilização de seu verdadeiro potencial.

Você tem algum objetivo que o empolgue, mas que implique fazer algo que você nunca fez antes? Não seria este um bom momento para se imaginar tendo sucesso?

Anthony Robbins

 

Lição 76- Livro Passos de Gigante

“Qual é o segredo do sucesso? Frequentemente sugerimos que é a genialidade. Porém, acredito que a verdadeira genialidade é a capacidade de concentrar nossos recursos mais poderosos simplesmente nos colocando num estado de certeza absoluta.

A carreira do bilionário Bill Gates começou quando ainda estava na faculdade, em Harvard, e prometeu entregar um software que ainda não tinha desenvolvido para um computador que ele nunca vira! Devido às sua certeza (que era completamente infundada), Bill Gates pôde juntar todos os recursos de que precisava para coprojetar o software e começar a construir sua fortuna.

Certamente temos mais chance de obter sucesso em qualquer área se não apenas nos comprometermos com o resultado, mas estivermos absolutamente certos de que podemos consegui-lo. Com que frequência você experimenta essa emoção fortalecedora?

Anthony Robbins