Perdemos ou aprendemos?

“A forma como decidimos encarar as perdas determinará nossa qualidade de vida.

Podemos decidir que “perdemos”, ou podemos determinar que “aprendemos”. Cabe a cada um de nós dar sentido ao que foi desconstruído, quebrado ou rompido e autorizar que o riso substitua o pranto, que as lágrimas deem lugar a um entendimento novo acerca de nós mesmos e da forma como queremos usufruir a vida daqui para frente.”

Fabíola Simões.

Deixe uma resposta