O melhor jejum.

“Jejum de palavras negativas e dizer palavras bondosas.

Jejum de descontentamento e encher-se de gratidão.

Jejum de raiva e encher-se com mansidão e paciência.

Jejum de pessimismo e encher-se de esperança e otimismo.

Jejum de preocupações e encher-se de confiança em Deus.

Jejum de queixas e encher-se com as coisas simples da vida.

Jejum de amargor e tristeza e encher o coração de alegria.

Jejum de tensões e encher-se com orações.

Jejum de egoísmo e encher-se com compaixão.

Jejum de falta de perdão e encher-se de reconciliação.

Jejum de palavras e encher-se de silêncio para ouvir os outros”.

Não achei a autoria.

 

Deixe uma resposta